Reestruturação de Empresas

O diagnóstico de crise indicará os fatores que levaram a empresa a impontualidade nos pagamentos. Estes fatores poderão ser fortuitos (crise global/ catástrofes naturais), operacionais (produção/ vendas) ou ainda gerenciais advindos de problemas na administração/ gestão das empresas. A opção pela reorganização extrajudicial perpassará pela análise da situação da empresa, do perfil da dívida e pelo timing e custos envolvidos nesta operação. Nosso escritório possui atuação na verificação e identificação dos motivos da crise, na elaboração de relatório diagnóstico e na definição de estratégia de enfrentamento da crise. Atuamos ainda na negociação com credores, e proposição de acordos de recuperação extrajudicial. Venha conversar com a gente.

Falência

É procedimento reservado as empresas economicamente inviáveis. A decretação da falência promove o afastamento do devedor de suas atividades e objetiva preservar e otimizar os bens e ativos da empresa no pagamento aos credores. Em processos falimentares apura-se o ativo para pagar o passivo. Atuamos no ajuizamento de processos de autofalência e representação de credores em processos falimentares.

Administração Judicial

Em todo o processo de recuperação judicial e falência haverá a nomeação de um Administrador Judicial pelo Juiz do processo. Esta nomeação recairá preferencialmente em Advogado, Economista, Administrador de Empresas ou Contador. Dentre as funções do Administrador Judicial estão: realizar a verificação administrativa de créditos, fiscalizar as atividades do devedor e o cumprimento do plano de recuperação judicial, bem como apresentar relatório mensal das atividades do devedor. Possuímos atuação como Administrador(a) Judicial em processos de Recuperação Judicial e Falências.

Envio de Documentos

O envio eletrônico de documentos tem por finalidade a recepção de documentos por parte do(a) Administrador(a) Judicial e visa apenas facilitar o envio destes pela parte interessada. Entretanto, ressaltamos que, nos termos do art. 9º, parágrafo único da Lei 11.101/2005, os documentos originais deverão ser encaminhados diretamente ao nosso escritório para conferência e verificação quanto ao atendimento do prazo legal para o envio de documentos.